PF À MODA MARANHENSE

Em menos de quatro meses de um 2021 de saldo negativo, o Maranhão já contabiliza quatro operações da Polícia Federal: a Operação Apacheta, a Operação Tempo Real, Operação Recôndito e a Operação Estoque Zero, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU). Três das operações ocorreram nos municípios maranhenses de Pinheiro, Imperatriz e São Luís, capital do estado. Além das ações da PF, outra operação, a Operação Laços de Família, foi realizada na semana passada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público, tendo um parlamentar federal como alvo, o deputado federal Júnior Lourenço (PL-MA). Somente esta investigação aponta a existência de um esquema de corrupção que teria desviado mais de R$ 22 milhões, com metástase em cinco municípios maranhenses.

ALÉM DAS OPERAÇÕES DA PF, O MINISTÉRIO PÚBLICO TAMBÉM JÁ REALIZOU AÇÃO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ESTE ANO

Em dezembro do ano passado, mais um parlamentar maranhense, o deputado federal e pré-candidato ao governo do Estado, Josimar de Maranhãozinho (PL-MA), entrou para a lista dos investigados. A PF, em operação de busca e apreensão, divulgou ter encontrado R$ 2 milhões, em espécie, no escritório do deputado, em São Luís. A investigação aponta um esquema de desvio de verbas de emendas parlamentares destinadas à saúde, com parte do dinheiro escoando pelo cano das propinas tabeladas em até 25%. O deputado afirmou ao Portal G1 que destinou mais de R$ 15 milhões aos municípios maranhenses, de forma legal, e que o montante encontrado seria oriundo de sua atividade pecuária e empresarial.

À ESQUERDA, O DEPUTADO JOSIMAR DE MARANHÃOZINHO NA LISTA DOS INVESTIGADOS PELA PF

Corrupção pandêmica – A quantidade de operações policiais e investigações relacionadas a desvios de recursos públicos no Maranhão não pode ser analisada como se fossem casos isolados. Em plena pandemia da coronavírus, agravada pela negligência oficial do governo federal, os velhos esquemas de desvios de recursos feitos com extorsão ou consentimento de prefeituras beneficiadas (o cashback ilegal das emendas parlamentares) foram turbinados com os recursos destinados à Covid-19. A movimentação financeira fora da lei engorda a partir dos indícios de fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos destinados ao combate ao coronavírus; supostas fraudes em procedimentos licitatórios e preços diferentes do praticado no mercado, em contratos públicos firmados e a escandalosa aquisição de seis mil testes rápidos para o diagnóstico da Covid, por meio da contratação de empresa de fachada, em Pinheiro.

Para se ter uma ideia, a quantidade de testes adquiridos pela Prefeitura pinheirense seria suficiente para oferecer diagnóstico a cerca de 10%  de toda a população da sede do município, estimada em 59,44% (IBGE), se não fossem de procedência duvidosa.

Há décadas, o Maranhão disputa com Alagoas o ranking de estado mais pobre do Brasil. Os elevados índices de mortalidade materna e infantil, de escolaridade, de concentração de renda, entre outros indicadores sociais negativos, também não podem ser avaliados como fenômenos dissociados da correta aplicação de verbas públicas, seja por má gestão ou diretamente pela corrupção, o principal obstáculo ao desenvolvimento econômico e social.

O AUDITOR MARANHENSE WELLINTON RESENDE, PRÊMIO INNOVARE 2018: CORRUPÇÃO TEM RELAÇÃO COM TRANSPARÊNCIA E DESENVOLVIMENTO

Em entrevista ao blog, o auditor federal de Finanças e Controle da Controladoria Geral da União (CGU), Welliton Resende, Prêmio Innovare 2018 com o tema Combate à Corrupção, estabelece a relação entre corrupção, transparência e desenvolvimento.

“Há modelos matemáticos baseados em estudos na Itália, Espanha e Estados Unidos, que apontam para a correlação entre transparência pública e desenvolvimento. Quanto mais controle social, mais desenvolvimento nas áreas de educação, saúde e geração de emprego e renda. A corrupção, por sua vez, guarda uma relação bastante assimétrica com a transparência e o desenvolvimento. Onde há sigilo daquilo que deveria ser publicizado, a corrupção pode estar operando. E lugares com elevado patamar de corrupção, não atraem agentes desenvolvimentistas”, explica o auditor, mestrando em Desenvolvimento Regional da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

No Ranking de Transparência do Ministério Público Federal (MPF), existem 32 municípios maranhenses com índice 0,00. Os demais também não ostentam as melhores posições. As operações clandestinas de agiotagem e lavagem de dinheiro no Maranhão já renderam prisões de prefeito, ex-prefeitos, ex-ocupantes de cargos públicos em geral e até assassinatos de jornalistas, o emblemático Caso Décio Sá,  em 2012.

Neste estado que possui 8 cidades, entre as 10 mais pobres do Brasil, deputados como Josimar de Maranhãozinho integram a lista dos 20 parlamentares mais ricos da atual legislatura, entre  81 senadores e 513 deputados federais. Outros, um pouco menos abastados, ostentam luxuosos apartamentos na região apelidada de “Península da Ponta d’Areia”, o metro quadrado mais caro da capital maranhense.

É o Maranhãozinho das SW4, das Hilux – ou de outros modelos e marcas dos carros preferidos da classe política – que percorre a paisagem de casebres de palhas com marcha à ré para o sonhado desenvolvimento humano, social e econômico.

SAIBA MAIS

32 MUNICÍPIOS MARANHENSES COM NOTA ZERO NO RANKING DE TRANSPARÊNCIA

O Ministério Público Federal estabeleceu o Ranking Nacional da Transparência como mecanismo inédito de atuação, de forma simultânea e articulada, para concretização do direito à transparência, contribuindo para a prevenção da corrupção e para o fortalecimento da participação democrática no país. Até a execução do projeto do Ranking Nacional dos Portais da Transparência, não se tinha uma avaliação do efetivo cumprimento das leis nos 5.570 municípios brasileiros, 26 estados  e um distrito federal. O Maranhão ocupa o 170. lugar, no nível de transparência e, na última avaliação, possuía 32 municípios com 0,00 no ranking. São eles:

BELÁGUA-MA

BENEDITO LEITE-MA

BERNARDO DO MEARIM-MA

BURITI BRAVO-MA

CACHOEIRA GRANDE-MA

CAJARI-MA

CÂNDIDO MENDES-MA

CAPINZAL DO NORTE-MA

CENTRO NOVO DO MARANHÃO

CURURUPU-MA

ESTREITO-MA

GOVERNADOR EDISON LOBÃO

GOVERNADOR EUGÊNIO BARROS.

HUMBERTO DE CAMPOS-MA

IGARAPÉ DO MEIO-MA

LAJEADO NOVO-MA

LUÍS DOMINGUES-MA

MATÕES-MA

MIRADOR-MA NOVA

OLINDA DO MARANHÃO

PASSAGEM FRANCA-MA

PRIMEIRA CRUZ-MA

SANTA RITA-MA

SÃO BERNARDO-MA

SÃO DOMINGOS DO AZEITÃO

SÃO FRANCISCO DO MARANHÃO

SÃO JOÃO DO CARÚ-MA

SÃO JOÃO DO PARAÍSO-MA

SÃO VICENTE FERRER-MA

SENADOR ALEXANDRE COSTA

TIMBIRAS-MA

VIANA-MA

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *