MOVIMENTO DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS FAZ PROTESTO CONTRA AUMENTO NA TARIFA DE ENERGIA DA EQUATORIAL

Nesta segunda (27), o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizou um ato simbólico em protesto contra os altos preços na conta de energia praticados pela empresa Equatorial Energia no Maranhão O ato aconteceu em frente à agência de atendimento da Equatorial, no bairro da Cidade Operária, na capital do Maranhão. Durante o ato, houve distribuição de panfletos para as pessoas que estavam na fila da agência.

Na manifestação, também foram denunciados os seis meses do rompimento da barragem da Equinox Gold, na comunidade de Aurizona, em Godofredo Viana (MA), que até hoje segue sem reparação dos direitos da população atingida. O ato foi encerrado com a queima das contas de energia diante do público presente, com as palavras de ordem:  Se Bolsonaro ficar o Brasil vai apagar.

REPRESENTANTES DO MOVIMENTO FAZEM QUEIMA DAS CONTAS DE ENERGIA EM ATO PÚBLICO

Este ano, o reajuste anual nas tarifas de energia aumentou, em média, 7% no Brasil. Mas a previsão é ainda pior. As tarifas podem subir 16,7%, em 2022, ou seja, o dobro de 2021. Segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Espírito Santo registrou a maior alta no consumo de energia em agosto (10%), impulsionado pelos setores de extração de minerais metálicos e de serviços. Na sequência, aparecem Maranhão e Bahia, ambos com alta de 7% no consumo de energia, impulsionados pelos setores de serviços (MA), e de químicos e extração de minerais metálicos (BA).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *