EX-JUIZ DA FICHA LIMPA CRIA PETIÇÃO CONTRA VERGONHA DO NOVO FUNDÃO ELEITORAL

O ex-juiz, Márlon Reis, idealizador da Lei de Ficha Limpa,  atua mais uma vez como advogado da democracia brasileira. Reis e um grupo de juristas formado por Flávio Martins, Gerson Aragão, Isabella Pearce e Fernando Tadeu Marques convocam a sociedade brasileira para assinar a petição eletrônica “Diga não ao Fundão”.

A iniciativa considera que os quase R$ 6 bilhões poderiam ser direcionados para a compra de vacinas, oxigênio, melhoria dos hospitais e escolas e que o aumento do fundão eleitoral “é uma vergonha sem fim”.  “Somente com pressão de milhões de pessoas poderemos barrar isso. Vamos exigir o veto ao fundão eleitoral já”, diz o texto. O objetivo é exigir que o presidente Bolsonaro vete a proposta e que o Congresso mantenha os vetos. “Esse fundão é uma afronta num país com desemprego nas alturas e precisando urgentemente comprar vacinas para conter uma pandemia e impedir que mais vidas sejam perdidas”, diz o texto. Leia, na íntegra, o manifesto e assine a petição. O blog apoia a ideia.

Queridos amigos e amigas,

Eu sou Márlon Reis, um dos pais da Lei da Ficha Limpa, ex-juiz eleitoral e
durante anos tenho lutado para que nossas eleições sejam mais justas!

Enquanto o povo passa fome e precisa de vacina, o Congresso aprovou um novo fundo eleitoral de quase R$ 6 BILHÕES – em plena pandemia – isso é
ultrajante!

A única maneira de barrar essa monstruosidade é exigir que o presidente
Bolsonaro vete o fundão.

Não vai ser fácil — até mesmo a base do presidente, entre eles seu filho
Eduardo Bolsonaro, e as deputadas Bia Kicis e Carla Zambelli, votou SIM o
aumento do fundo eleitoral.

Mas ainda é possível deter esse absurdo – uma pressão gigantesca agora de milhões pode fazer com que Bolsonaro seja coerente com seu próprio discurso e vete o aumento do fundão.

Assine a petição contra o aumento do fundão eleitoral :
Diga não ao fundão eleitoral
As eleições de 2022 poderão ser as mais caras já realizadas – isso porque o
novo fundo eleitoral ultrapassa antigos limites de gastos de cada legenda. O
financiamento público de campanhas é melhor do que campanhas pagas por empresas, que fazia com que políticos tivessem dívidas de lealdade
questionáveis com grandes corporações. Mas este fundão é uma afronta num país com desemprego nas alturas e precisando urgentemente comprar vacinas para conter uma pandemia e impedir que mais vidas sejam perdidas.

A votação foi super rápida, pois os deputados queriam entrar logo no recesso parlamentar. Mas enquanto eles descansam, essa bomba de quase R$6 bilhões está prestes a explodir no nosso colo. Agora cabe ao presidente Bolsonaro
vetar ou não a proposta.

Precisamos exigir que o presidente Bolsonaro VETE a proposta e que o Congresso mantenha os vetos. Somente uma mobilização como nunca antes
vista poderá enterrar de vez essa proposta nefasta que só visa perpetuar os
privilégios dos políticos.

Vamos dar um BASTA – assine a petição contra o fundão eleitoral de
quase R$6 bilhões e compartilhe com todo mundo: Diga não ao fundão
eleitoral. Desde os tempos da Ficha Limpa, a comunidade da Avaaz, da qual faço parte, tem lutado para mudar para melhor a política no Brasil. Aprovamos
juntos medidas como o voto aberto, o fim do foro privilegiado e barramos
medidas nefastas que nossos políticos queriam aprovar. Agora é hora de agir novamente, e garantir que nossas eleições não sejam utilizadas para
enriquecer políticos e seus aliados.

Com esperança e determinação,

Márlon Reis, Flávio Martins, Gerson Aragão, Isabella Pearce, Fernando
Tadeu Marques e toda a equipe da Avaaz

One comment

  1. Como sempre, o amor ao dinheiro prevalece na política.Nao se importa se o povo está sem emprego, com fome, sem esperança, o que importa é político encher os bolsos de dinheiro e gastar segundo seu bel prazer.
    Não se tem ética nem bom senso , mais ainda tem um povo que quer justiça.
    Diga NÃO.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *