CONEXÃO DE AFETO COM LUGARES NO TALENTO PRECOCE DE RAFAELA SILVA

Toda arte perpassa. O talento de Rafaela Silva atravessa o cenário de uma São Luís cinematográfica e provoca cenas no interior de cada um. Nem precisa ser maranhense para sentir os traços vivos reproduzindo o casario centenário, reinterpretado pela expressão de uma menina de apenas 16 anos.

Maranhense de São Luís, ela faz experimentações com ilustração digital e colagens, misturando sentimentos e lugares, texturas, cores. A série de ilustrações de Rafaela pode ser apreciada na exposição virtual “Perpassado”, com imagens que fazem parte de um projeto em andamento, iniciado na quarentena. As ilustrações são construídas por meio da inspiração em lugares reais, tendo como ferramenta aliada, o Google Street View. Por meio de prints de ruas, fachadas de casa, de estabelecimentos etc, as imagens vão sendo produzidas digitalmente.

ARTE DE RAFAELA SILVA, DE APENAS 16 ANOS: “CONEXÃO E AFETO COM LUGARES” SEGUNDO DEFINE

Em entrevista exclusiva ao blog, ela define a exposição como uma “conexão e afeto com lugares”, sobre “como cada pessoa tem memórias e imaginários subjetivos com locais e também exaltar a cultura ludovicense”.

“E como estamos durante a pandemia, quis fazer com que as pessoas se sentissem, mesmo distantes,  conectadas com esses lugares”, descreveu.

A artista se inspira, principalmente, em artistas urbanos maranhenses, como Igor Origes, Silvana, Romildo Rocha. E “na capacidade de impactar o cotidiano com arte”. Rafaela pincela o cotidiano, buscando e redescobrindo quE a arte representa em sua recente existência. “É como veículo para ajudar e inspirar quem eu puder”, revela. Durante a pandemia, ela chegou a fazer desenhos por 25 reais, doando a quantia a organizações sociais.

Visite a exposição virtual Perpassando, de Rafaela Silva, em: https://rassfaela.myportfolio.com/work

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *