CHICO CÉSAR, DONA ONETE E MARIANA AYDAR JUNTOS NO ARRAIAL ZABUMBADA

O Arraial Zabumbada apresenta uma programação dedicada a celebrar os tambores que dão o tom dos festejos juninos do Maranhão, reunindo batalhões de todos os sotaques do bumba meu boi e grupos de danças, como tambor de crioula, cacuriá, quadrilhas, e shows musicais. No local, Praça das Mercês, Centro Histórico de São Luís, haverá também um espaço dedicado ao forró pé de serra, a Vila do Forró, e às barraquinhas de comida típica.

O arraial é a etapa final do projeto, que começou em junho, com a Caravana Zabumbada, uma série de oficinas gratuitas de dança e percussão do bumba meu boi para estudantes de escolas públicas municipais. O Arraial Zabumbada tem patrocínio do Instituto Cultural Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com programação aberta ao público de 8 a 10 de julho.

A PARAENSE DONA ONETE NO ESPLENDOR DAS LENTES DO FOTÓGRAFO ADRIANO FAGUNDES

Os estudantes contemplados pelas oficinas e suas famílias são os convidados especiais do evento, numa iniciativa que é ao mesmo tempo uma celebração dos resultados da Caravana Zabumbada e a valorização dos ritmos, cores e danças do bumba meu boi do Maranhão. “É muito importante pensar em formar público para conhecer, amar e valorizar a nossa cultura”, afirma a diretora do projeto, Caroline Marques.

A caravana
As oficinas de dança, realizadas no período de 8 e 11 de junho, homenagearam índias, índios, caboclos de pena e de fita, além do miolo do boi. As de música foram dedicadas aos sotaques de zabumba e pandeirão.


“O resultado foi incrível. Apresentamos os personagens da nossa grande festa no contexto cultural em que estão inseridos, estimulando o sentimento de pertencimento da comunidade em relação tanto ao centro histórico quanto ao bumba meu boi, que é a nossa maior manifestação cultural, tombada como patrimônio imaterial do Brasil”, explica Caroline.


Para coroar o Arraial Zabumbada, a festa se completa com shows de um trio de ouro da música popular brasileira: O paraibano Chico César, a paraense Dona Onete e a paulista Mariana Aydar. No repertório de cada um deles uma coleção de sucessos para dançar e celebrar os ritmos juninos.
Perfis
Chico César – Tem mais de 10 discos gravados, entre eles Aos Vivos (1995), Cuzcus Clã (1996), Beleza Mano (1998), Mama Mundi (2000), Respeitem Meus Cabelos, Brancos (2002), De uns tempos pra cá (2005), Francisco Forró e Frevo (2008), Estado de Poesia (2015) e O Amor é um Ato Revolucionário (2019). Atualmente Chico César realiza a turnê nacional Violivoz, com Geraldo Azevedo.

Dona Onete
Aos 84 anos, a diva do carimbó chamegado se consagra como um dos maiores nomes da música popular brasileira. Com mais de 300 composições, participações em festivais nacionais e internacionais, músicas em trilhas de novelas, além de três discos gravados, Dona Onete já passou por mais de 16 países, levando o nome da cultura paraense no peito.

Mariana Aydar
Com cinco discos de estúdio e um documentário lançados, a cantora e compositora paulistana alia elementos e ritmos contemporâneos às suas raízes no samba, forró e afoxé. Seu trabalho mais recente, Veia Nordestina (2019), que mistura ritmos como xote, pagodão, arrocha, frevo, galope, kuduro e rastapé, ganhou o Grammy Latino 2020 de Melhor Álbum de Raízes em Língua Portuguesa.

MAIS INFORMAÇÕES


ZABUMBADA
Projeto: Temporana Produções Culturais
Patrocínio: Instituto Cultural Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura

Arraial Zabumbada
Quando: De 8 a 10 de julho, das 17h30 à meia-noite
Onde: Na Praça das Mercês, Centro Histórico de São Luís

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *